Comer é um prazer: conselhos para que seja um prazer para o corpo também

A alimentação é um dos fatores mais importantes quando falamos de saúde e muitos ainda não sabem qual seu real valor dentro da sociedade. Muitas pessoas são instruídas com relação aos efeitos prejudiciais de uma alimentação pobre em nutrientes e comidas muito condimentadas, mas, mesmo assim continuam e estão dispostas a encarar um sacrifício para manter a satisfação de seu apetite com alimentos que sabem ser prejudiciais à saúde.

Alimentação saudávelA questão de se alimentar bem e de forma saudável nem sempre tem relação com a diminuição do prazer e sim com o controle da quantidade. Esse controle pode trazer de volta o prazer de comer o que quiser. Não é necessário comer demais para se sentir bem ou até mesmo exagerar nas coisas gostosas, que são mais perigosas, apenas por prazer. Basta comer porções moderadas que não afetem a saúde. De qualquer forma, é bom evitar alimentos que não favorecem a saúde física que o corpo precisa. A alta taxa de ingestão de açucares ou gorduras são os principais causadores de problemas e doenças.

Quando se come poucos vegetais e muita massa (pão, macarrão, pizza… ) mesmo as integrais, são nutricionalmente pobres quando comparadas à verduras e frutas e o organismo vai continuar com fome de nutrientes, independente da quantidade de carboidrato que for ingerida.

Bem estar e alimentação saudávelPassamos a vida inteira ouvindo nutricionistas falarem que é preciso limitar a quantidade de alimentos que comemos, se quisermos perder peso, e, embora isso seja verdade quando se trata de alimentos de origem animal, a história muda completamente quando tratamos de alimentos de origem vegetal.

É difícil imaginar que, por mais que a ciência continue provando que nem todas as calorias são iguais, mudaremos os hábitos de comer aquilo que nosso corpo se acostumou com o tempo, mas, do contrário, continuaremos a sofrer as consequências dos vários problemas de saúde que poderiam perfeitamente ser evitados com essas mudanças.

É sempre recomendável que consulte um nutricionista, pois ninguém melhor do que um profissional competente para indicar quais alimentos está mais adequado ao seu estilo de vida e quais vitaminas e composições são necessárias para manter o corpo nutrido.